Revista Emporion

Poemes d’arreu del món

4

Brasil

Eu não existo sem você

Eu sei e você sabe, jà que a vida quis assim

Que nada nesse mundo levarà você de mim

Eu sei e você sabe que a distància não existe

Que todo grande amor

Só é bem grande se for triste

Por isso, meu amor

Não tenha medo de sofrer

Que todos os caminhos

Me encaminham pra você

 

Assim como o oceano

Só é belo com luar

Assim como a canção

Só tem razão se se cantar

Assim como uma nuvem

Só acontece se chover

Assim como o poeta

Só é grande se sofrer

Assim como viver

Sem ter amor não é viver

Não há você sem mim

Eu não existo sem vocè

Jo no existeixo sense tu.

Jo sé i tu saps, ja que la vida ho ha volgut així,

que res d’aquest món se te m’emportarà.

Jo sé i tu saps que la distància no existeix,

que tot el gran amor

només és gran, si és trist.

Per això, amor meu,

no tinguis por de patir,

perquè tots els camins

em porten cap a tu.

 

Així com l’oceà

només és bonic amb la lluna,

així com la cançó

només té sentit si es canta,

així com un núvol

només passa si plou,

així com el poeta

només és gran si pateix,

així com viure

sense amor no és viure.

Tu no existeixes sense mi,

jo no existeixo sense tu.

MIRLA DUARTE - BRASILJPG

Recita en portuguès: Mirla Duarte

Autor: Vinicius de Moraes 

Comentaris